Supply Chain: Entenda (de verdade) este conceito
em quinta-feira, 30 de abril, 2020

Muito se fala sobre Supply Chain e suas vantagens, mas nem sempre sabemos exatamente o significado deste importante termo muito utilizado dentro da administração. 

Supply Chain é uma expressão inglesa que traduz-se por cadeia de suprimentos. Esta cadeia compreende da fabricação à destinação final do produto, por tanto, é composta por diversas e diferentes etapas, que juntas garantem um trabalho mais assertivo e eficiente. 

Trazendo para o dia-a-dia, isso traduz todas as atividades que envolvem o produto, desde a compra de insumos, transformação, embalagem, armazenamento, gerenciamento interno, transporte, venda e distribuição ao cliente final (ou clientes finais). 

Podemos também adicionar ao processo de supply chain as operações fundamentais que acontecem ao redor do produto, como o atendimento ao consumidor, marketing, ações de incentivo internas e controle financeiro. Assim, envolvemos diferentes setores, profissionais e empresas, como fornecedores, distribuidores e lojistas, sem nos esquecer da logística necessária à movimentação dos insumos. 

Abaixo, você entenderá mais sobre como acontece essa interação e quais seus impactos para a etapa final.

SUPPLY CHAIN E LOGÍSTICA SÃO A MESMA COISA?

Não necessariamente. 

Os conceitos de logística e supply chain são ligados entre si, numa relação de dependência tão grande, que não se é possível afirmar com certeza se a logística é parte do supply chain ou se o supply chain é parte da logística, já que há autores para defender ambas ideias. 

Compreende-se como logística o processo de movimentação dos produtos e os documentos envolvidos nestas etapas. Aqui, conta-se não apenas a alocação, mas também a definição de uma estratégia para agilidade, o uso de tecnologias para rastreio, a gestão dos riscos envolvendo a operação, transporte, o controle de cargas e também o descargue no destino final. 

A logística então colabora para otimizar processos e assim aumentar produtividade e assertividade quanto a prazos, estimativas e lucros. 

Já o Supply Chain preocupa-se com o todo, estando atento a todo o fluxo envolvendo o produto e também à relação com o cliente. 

Atrelando os dois conceitos, percebemos que se houver falhas na logística, o supply chain será afetado, já que a primeira é responsável por organizar uma parte muito importante do todo, envolvendo os fluxos de entrega, prazos e afins. 

Para ilustrar, pensemos da seguinte maneira:

Uma empresa se compromete a entregar o produto no dia posterior à compra, porém, após este comprometimento, verifica seu estoque e dá-se conta de que não há mais peças disponíveis para envio. Será então necessária a confecção ou aquisição de novas peças, o que acarretará em um considerável atraso no prazo de entrega. 

O cliente não ficará satisfeito com o atraso, podendo abrir reclamações em sites como “reclameaqui” e até mesmo acionar o ProCon por sentir-se lesado, e em casos ainda mais agravantes, poderá deixar de comprar produtos da marca e indicá-la de maneira negativa a consumidores próximos. 

Percebemos então que o erro logístico acarreta em toda uma cadeia de problemas envolvendo não apenas o produto, mas a empresa em si e seu relacionamento com o cliente, abrangendo assim as etapas do supply chain. 

E QUAIS OS BENEFÍCIOS DO SUPPLY CHAIN PARA MINHA EMPRESA?

O Suplly Chain é um pacote completo de relacionamento entre empresa e cliente, por tanto, traz vantagens para o negócio. Para exemplificar melhor e te ajudar a se decidir sobre a aplicação desta importante ferramenta administrativa, listamos 3 principais benefícios e os explicamos. 

Integração das Operações. 

Em uma era tão globalizada quanto a que vivemos, é importantíssimo manter a comunicação rápida e eficiente entre setores, não apenas de dentro para fora da organização, mas também de dentro para dentro. O Suplly Chain permite que essa integração aconteça, favorecendo a interação entre as partes envolvidas através de códigos de barra, ERP e RFID, tecnologias que permitem uma comunicação mais transparente e rápida. 

Agilidade e Variabilidade. 

Com os processos organizados e uma comunicação entre setores bem estruturada, a agilidade vem. A inclusão de doutrinas como Just In Time e Lean Manufacturing reduzem o tempo em que o inventário fica parado na empresa, o que acarreta em diminuição do custo do inventário, custo do transporte, custo da distribuição e outros. 

Além disso, a probabilidade de variabilidade pode ser diminuída drasticamente, já que o Supply Chain pode tornar o inventário mais consistente, e assim, diminuir ou até mesmo anular a necessidade por um estoque de segurança. 

EVOLUÇÃO NO GERENCIAMENTO DE RISCOS

Utilizando uma cadeia integrada, fica muito mais fácil gerenciar os riscos envolvidos na operação. Reduzir os riscos pode tornar os negócios mais lucrativos e eficientes, já que as problemáticas são tratadas com antecedência. Em uma cadeia de venda e-commerce é possível garantir os seguintes passos com qualidade:

  • Fornecimento de materiais garantido;
  • Organização das remessas a serem enviadas em tempo hábil; 
  • Distribuição e transporte dos materiais de forma segura e monitorada;
  • Entrega para atacadistas e varejistas dentro do prazo estipulado;
  • Produto de qualidade e com preço competitivo para o cliente final. 

Em um período difícil como o enfrentado pelo mundo nesta pandemia de COVID-19 é de grande importância ao país que o abastecimento dos serviços vitais não pare. Postos de combustível, supermercados, farmácias, hospitais e outros serviços são essenciais para nossa sobrevivência. A aplicação do supply chain nas empresas produtoras colabora grandemente para que este fornecimento continue acontecendo, além de facilitar a observação da vazão dos estoques, não apenas no ambiente fabril mas também nos distribuidores. 

Percebemos então que o supply chain é de grande importância para empresas que desejam aprimorar sua maneira de atender.. Por isso, se sua empresa ainda não se organizou quanto à essa prática administrativa eficiente, comece hoje a buscar alternativas para implantar e apreciar as vantagens do supply chain.

Não se esqueça de que a ISMA possui sistemas de armazenagem para contribuir e melhorar os resultados  de sua empresa. Clique aqui e confira. 

50 anos de tradição

A ISMA se consolida entre as maiores do setor. É uma empresa brasileira que oferece soluções personalizadas para organização e armazenagem para o pequeno, médio e grande empresário. É especialista em quatro áreas de negócios: Sistemas de Armazenagem, Móveis de Aço, Estantes e Arquivos Deslizantes.

Qualidade e Excelência

A ISMA se destaca no mercado pois, além de fabricar com qualidade e excelência, apresenta as soluções mais adequadas para diversas situações de logística, movimentação e armazenagem de materiais. Possui uma extensa e versátil lista de produtos fabricados com excelência tecnológica e qualidade certificada pela ISO 9001:2015.

Oportunidade de Negócio

Com um sistema de negócios e distribuição que abrange todo o Brasil, a ISMA conta com uma equipe profissional altamente qualificada, que atua com segurança, know-how e precisão. Está focada em identificar e analisar as necessidades de cada cliente para atender com soluções que superem as expectativas.

Finalizar
Orçamento