Armazenagem just in time: como funciona esse método de gestão empresarial

armazenagem just in time

Uma das principais metas das empresas do setor logístico é contar com um estoque organizado e eficiente, capaz de atender as demandas dos consumidores. Entre as metodologias disponíveis no mercado está a armazenagem just in time (tradução livre para o português: Na hora certa). 

Trata-se de uma técnica empregada para alavancar as operações das organizações, colaborando com o gerenciamento dos processos de diversos setores econômicos. Com esse entendimento, elaboramos um artigo para elencar as principais características e as vantagens observadas pelas empresas.

 

O que é armazenagem just in time?

A metodologia just in time (JIT) é um modelo de gestão empresarial que se caracteriza por adotar o controle máximo da produção, com foco na redução de desperdícios e alto padrão de qualidade. Nesse sentido, vale destacar que o princípio de funcionamento é baseado na condição de estoque mínimo e produção sob demanda. 

Juntamente com o método Kanban, o JIT foi desenvolvido, inicialmente, visando aumentar o desempenho da produção industrial, reduzindo custos, perdas e atrasos. Sendo assim, enquanto o primeiro processo organiza as fases de trabalho, o segundo, é calculado para ser executado com o melhor aproveitamento possível de recursos, espaço e tempo. 

Vale destacar que o método é fundamental na gestão de estoques, tendo em vista que se trata de uma das áreas mais importantes de uma empresa. No setor logístico, contar com a armazenagem just in time, profissionais qualificados e controle de atividades é garantir maior economia e rentabilidade para o negócio. 

Portanto, voltando ao termo em português, “Na hora certa” significa ter um estoque enxuto, sem acúmulo de mercadorias, mas que tenha a quantidade necessária para atender o consumidor, no menor tempo possível. 

 

Como o JIT colabora no funcionamento dos sistemas de armazenagem?

Inicialmente é preciso esclarecer que o método just in time pode ser implementado na maioria dos sistemas de armazenagem disponíveis no mercado. A fim de contextualizar a afirmação, vamos pensar na estrutura de Porta-Paletes que é uma das mais utilizadas no setor logístico, em razão do aproveitamento de espaço e capacidade de armazenar volumes expressivos de mercadorias. 

É válido destacar que a estrutura é projetada de forma verticalizada para aumentar o espaço útil e facilitar o fluxo de entrada e saída dos produtos armazenados. Contudo, é importante destacar que, para implementar a metodologia JIT em uma estrutura de Porta-Paletes, é fundamental que o processo de produção seja monitorado em todas as fases. 

Se a gestão tem o controle completo de todos os fluxos da empresa, terá condições de verificar o que é preciso comprar, quais itens estão no estoque e o espaço disponível para aquisição de outros itens, com maior saída. 

Sendo assim, é possível observar que o sistema Porta-Paletes é um grande aliado do método JIT, em razão das características de montagem, organização dos itens e da opção de reestruturação, seja verticalmente ou na mudança de espaço físico. 

 

Como o just in time pode ajudar nas inspeções?

As inspeções periódicas em sistemas de armazenagem são procedimentos obrigatórios, segundo a  NBR 15524:2007, de modo a identificar e prevenir avarias e outros problemas estruturais. Por mais que a estrutura seja fabricada com materiais de qualidade e com todos os acessórios de segurança, o uso constante resultará no desgaste e, consequentemente, em problemas que podem ser identificados antes que ofereçam risco ao local e aos funcionários. 

Desse modo, o processo apresentado pelo JIT oferece uma visão estratégica, no sentido, de criar um cronograma de averiguação do sistema de armazenagem, sinalizando os períodos programados e a necessidade de contratação de serviços de certificação anual dos sistemas de armazenagem. 

Vale destacar que os benefícios da inspeção estão alinhados com a metodologia just in time, tendo em vista os seguintes fatores: aumento da vida útil das estruturas, mitigação de riscos de avaria das estruturas e, consequentemente, dos produtos armazenados, maior eficiência nas operações e segurança dos colaboradores. 

Nesse sentido, a ISMA conta com soluções que atenderão todas as exigências do método JIT, pois, além do portfólio de sistemas de armazenagem, conta com serviços de inspeção, realizados por profissionais experientes e qualificados para oferecer o documento de certificação da estrutura. 

Além disso, o trabalho é otimizado pela plataforma ISA CONNECT, um portal personalizado para clientes, no qual é possível registrar e acessar todas as informações referentes a documentações, inspeções e diagnósticos emitidos pelos técnicos, a qualquer lugar e a qualquer momento.

Evite prejuízos investidos em inspeções preventivas | Acesse aqui | ISMA

Em resumo, ao implementar um modelo de negócio de alto desempenho é necessário contar com produtos adequados ao porte e às operações da empresa. Acesse o blog da ISMA e fique por dentro das novidades em gestão e logística dos sistemas de armazenagem.