Segurança na operação logística

Segurança na operação logística: como prevenir acidentes no armazém

A operação logística precisa ser segura. E isso não tem a ver somente com o roubo de cargas ou o atraso nas entregas em cada etapa da cadeia. A segurança também deve estar presente na prevenção de acidentes dentro do armazém, de galpões e outros locais de armazenagem.

A proteção é benéfica para preservar as instalações, o patrimônio industrial e, principalmente, a saúde dos profissionais do setor. Dentro das técnicas e recomendações, a inspeção das estruturas de armazenagem é uma das mais recomendadas.

Por que fazer inspeções periódicas dos sistemas de armazenagem?

Inspeções periódicas nos sistemas de armazenagem

Para garantir a segurança da operação logística interna e prevenir acidentes, a aplicação de um plano de inspeção periódico dos sistemas de armazenagem se faz necessária. O motivo é: estruturas com falhas podem causar avarias nas mercadorias e colocar os operadores do setor em risco.

Além disso, outros dos principais benefícios dessa prática são:

  • Maximização da vida útil das instalações;
  • Qualificação e quantificação de ativos;
  • Maior segurança da operação logística;
  • Estudo de identificação de carga; e
  • Documentação comprobatória.

A ideia é a de identificar falhas e pontos de melhoria, garantindo a eficiência das movimentações e gerando mais confiabilidade no setor. Hoje, há muitas recomendações para praticar as boas ações. Lembrando que o gestor da empresa responde pelos acidentes, como menciona este site jurídico.

Por exemplo, a segurança no trabalho é um assunto que permeia a Lei 6.514 de 1977. A CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes) é outra ação que deve fazer parte da prevenção de acidentes de trabalho. Há também a ISO 45001, norma sobre a saúde e segurança ocupacional, seguida por muitas empresas.

Com relação aos sistemas de armazenagem Porta-Paletes, a diretriz brasileira em vigor é a ABNT NBR 15524:2007.

A ABNT 15524 e as inspeções na operação logística

Essa norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas, a NBR 15524, prevê a inspeção do sistema de armazenagem nos Porta-Paletes, onde se avalia: condicionamento, projeto de layout, perfis e outros itens.

Vale lembrar que as empresas que usam esse tipo de estrutura são responsáveis por elas. Por isso, recomenda-se fortemente a aplicação das boas práticas de segurança, mantendo a operação segura. No item 9 da norma há informações detalhadas sobre o processo. 

A partir dessa norma e da demanda do mercado, a ISMA criou a sua linha de negócios ISA — Inspeção de Sistema de Armazenagem. A explicação é do inspetor técnico Gustavo dos Santos:

“Até 2014, as empresas optavam por se desfazer do Porta-Paletes antigo e compravam novas estruturas. A partir disso, a ISA passou a avaliar tecnicamente o sistema, possibilitando a substituição das peças necessárias, sem que fosse preciso trocar a estrutura toda”.

Ele conta que a norma da ABNT vigora desde 2007, porém, a prática não era aplicada. Agora, o cliente pode qualificar e quantificar seus ativos, fazendo a troca das peças e componentes conforme o grau de risco, mantendo a estrutura segura.

Clique na imagem abaixo e conheça mais dos sistemas de armazenagem customizados ISMA. Nossos projetos respeitam os níveis de segurança das normas brasileiras. Temos reconhecimento ISO 9001. É o melhor custo-benefício para uma operação eficiente e segura.

Faça um orçamento de sistema de armazenagem e garanta a segurança das estruturas!

Como garantir a segurança da operação logística?

Como garantir segurança na operação logística

Acima, vimos que as inspeções dos sistemas de armazenagem são fundamentais para aprimorar a segurança da operação logística. Mas, como fazer? Desde o início, a marca ISA foi estruturada para atender as necessidades das empresas e hoje tem uma equipe exclusiva e especializada para avaliar os armazéns.

O inspetor técnico ainda diz que “atende as estruturas e materiais de todos os players do mercado, inclusive, de outras marcas e considerando soluções mais antigas”. 

Dessa forma, conforme o apontamento dos técnicos e diretrizes das normas, acontece a orientação mais resolutiva para a situação da empresa. Por exemplo, a substituição ou reparo dos elementos. O que deve ser atestado por documentos e cálculos.

O treinamento de colaboradores

Além disso, a ISA também faz o treinamento de agentes internos das empresas para lidarem com as estruturas de armazenagem e manterem a operação mais segura. É uma forma eficiente de preservar o que há de mais importante: o capital humano.

Outro ponto é que o assunto da certificação de Porta-Paletes é importante nas auditorias, as quais exigem projetos e laudos. Por isso, a importância de fazer as inspeções anuais previstas, conforme o serviço oferecido pela ISMA.

Ao mesmo tempo, é possível aumentar ainda mais a segurança da operação ao treinar colaboradores para realizarem inspeções diárias, semanais e mensais.

A exemplo da capacitação, considere essa classificação de danos nos Porta-Paletes. 

Caso deseje ter uma classificação prévia do grau de risco das avarias em sistemas de armazenagembaixe aqui nosso Gabarito.

Também importa saber que a principal causa de avarias e acidentes é por conta de equipamentos de movimentação ou paletes, como indicam alguns estudos. O que aumenta ainda mais a necessidade desses treinamentos, que permitem tomadas de decisões mais rápidas, preventivas e seguras. 

Saiba mais sobre a segurança na operação logística

Para saber mais sobre segurança na operação logística, assista essa live na íntegra. O aulão teve a participação da Bruna Prado, supervisora de vendas, e Gustavo dos Santos, inspetor técnico, ambos da linha ISA (Inspeção de Sistema de Armazenagem) da ISMA.

Clique e acesse o aulão de segurança na operação logística!